Chás aquecem o corpo e aliviam o mal-estar

Nessa época do ano os chás são ótimos, pois além de aquecer o corpo ele faz muito bem a sáúde. Confira alguns tipos de chás e suas propriedades.

 

Chá verde: rico em antioxidantes, promove aumento do funcionamento do metabolismo, ajuda na diminuição das taxas de colesterol (LDL), combate gordura localizada e celulite.

Camomila: muito usado para aliviar enjoos e incômodos gástricos e intestinais decorrentes, principalmente, do estresse diário.

Hortelã: com propriedades para evitar vermes, também usado para a digestão, prisão de ventre; age como calmante e contra reumatismo.

Canela: É muito recomendado para esportistas, pois alivia as dores musculares, também tem ação antigripal, esquenta o corpo.

Erva Mate: excelente estimulante, pois possui elevados níveis de cafeína. Opção para baixar os níveis de triglicerídios, de LDL (o colesterol ruim) e de glicemia.

Gengibre: ameniza problemas nas vias aéreas, como tosse, coriza e dor de garganta. Também ajuda na digestão e age contra enjoos

Hibisco: auxilia na perda de peso e age como diurético, por acelerar o metabolismo.

Carqueja: o gosto é bem amargo, mas o chá é ideal contra a má digestão, azia e prisão de ventre.

Erva-cidreira: utilizado para combater gases intestinais e cólicas, pode ser usado como sedativo e no controle do estresse.

Boldo africano ou de jardim: excelente para quem bebeu além da conta,é usado para amenizar dores do estômago, problemas no fígado e o mal-estar gerado pela ressaca.

Funcho: auxilia na diminuição de cólicas e formação de gases intestinais. Recomendado para lactantes, pois aumenta a produção de leite materno.

Chá branco: feito de flores mais novas da “Camellia sinensis”, a mesma planta usada para o chá verde, acredita-se que tenha os efeitos concentrados. Há estudos indicando que seu consumo faz a queima calórica ser até 7% maior Erva baleeira: um poderoso anti-inflamatório e analgésico, usado externamente em contusões e contra dores.

Chá preto: indicado para diminuir os níveis de colesterol no sangue (LDL), ajuda pacientes com problemas coronários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*