Por que está cada vez mais difícil ser mãe?

dificuldades em ser mãe, por que está cada vez mais difícil ser mãe, ser mãe dificuldades dos dias de hoje, como é difícil ser mãe nos dias de hoje.

A díade mãe-bebê é uma relação que está diretamente implicada com o desenvolvimento emocional da criança.

Ao se estudar os fenômenos psicopatológicos na infância, torna-se inevitável um olhar nessa relação, pois nota-se que a maioria das expressões sintomáticas verificadas na primeira infância é desencadeada por perturbações de caráter relacional.

Para desenvolver-se naturalmente a criança necessita nos primeiros anos de vida, de uma relação contínua e intima com sua mãe ou mãe substituta.

Existe neste ponto um conflito entre a maternagem, ligada a todo o desenvolvimento psíquico emocional do indivíduo, às demandas sociais, aos desejos da mulher na atualidade e aos impactos que as exigências dos dias atuais causam na constituição da maternidade. É preciso atentar para como promover o vinculo materno e uma relação afetiva de qualidade com todas as exigências que a sociedade trás para a mulher moderna e todas as funções que ela desempenha.

A mulher busca por sua autonomia, pois isso lhe dá sentido de produtividade e emancipação, ao mesmo tempo em que a sociedade exige que ela o faça e, dentro desta ótica, pouco espaço sobra para que a mulher exerça sua maternidade pelo tempo adequado e com a qualidade necessária ao bom desenvolvimento emocional do seu filho.

Seja por fatores econômicos ou por fatores pessoais de satisfação, está cada vez mais difícil para as mulheres conciliarem tantas demandas. O resultado, muitas vezes, é um relacionamento conturbado entre mãe e filho, que resulta em choros sem motivo, distúrbios do sono, alimentação, irritabilidade, mães exaustas e crianças estressadas. A intervenção profissional precoce, nesses casos, pode ajudar na reorganização dessa função, tão primordial para o desenvolvimento de adultos saudáveis.

 

 

 

Fonte: Juliane Arrais Del Grande – Psicanalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*