Aprenda como se organizar em crises financeiras e desemprego

fazer, crise financeira, desempregado, dificuldade, financeira, desemprego, falta de dinheiro

Veja como se manter equilibrado em situações de crises financeiras e desemprego.

Nada é mais estressante e preocupante para um jovem ou adulto do que uma crise financeira. Se ela for decorrência do desemprego, parece que o mundo está prestes a desabar e não há como se salvar.

Por isso, mantenha a calma e saiba que algumas mudanças simples podem fazer com que você passe por esse ciclo de sua vida de uma forma mais segura e calma. Afinal, como diz o ditado, nada dura para sempre.

Faça um orçamento real de suas despesas

Você pode usar um programa de computador, um caderno ou até mesmo um site para esta tarefa e lembre-se de ser sincero na hora de listar os itens. Comece sempre com o essencial, alimentação, contas, gastos extras como material escolar, cartão de crédito, financiamento, quitação de dívidas, lazer, TV a cabo e internet, enfim, tudo o que você está acostumado a ter.

Depois faça uma segunda tabela com o que pode ser mudado, por exemplo, se você pode trocar seu plano na operadora e gastar menos, se pode sair menos vezes no mês, se pode trocar alimentos mais caros por outros similares e mais em conta, etc. Com isso, você terá o valor real que gasta e o quanto pode economizar se adaptar sua rotina a pequenas mudanças. Lembre-se de fazer isso todo o mês, assim você perceberá no que pode economizar e o que é imprescindível.

Não tome decisões sozinho. Se você mora com sua família ou com seu colega, saiba que é preciso dividir as responsabilidades e talvez você descubra que, nesse momento de aperto, algumas pessoas podem passar a colaborar mais com o orçamento ou ter ideias práticas de com aumentar a renda.

Gaste seu tempo com uma coisa que você goste

Quem perdeu o emprego costuma ter tempo para fazer tudo aquilo que o horário engessado de trabalho não permitia e, às vezes, esses nossos hobbies podem se tornar uma fonte de renda. Se você gosta de decoração, comece a estudar o assunto, faça as festas da família, o quarto do filho, coloque a mão na massa e divulgue seu trabalho para parentes e amigos. Além de economizar, você poderá transformar isso em uma segunda fonte de renda, que fará toda a diferença no final do mês. Isso também serve para quem gosta de cozinhar, exercitando seu dom tudo é possível.

Tente se manter feliz

Claro que uma crise econômica e o desemprego podem nos colocar para baixo, mas lembre-se que seu estado de espírito é responsável pela maneira como você soluciona os seus problemas, por isso, tente sempre realizar tarefas que lhe deixem feliz. Assim, na hora de descobrir como sair de uma situação incomoda, o seu cérebro procurará alternativas e não defeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*