10 empresários que começaram do zero

pessoas mais ricas do mundo

Ter vontade de empreender e ir em busca dos seus sonhos pode resultar em sucesso e dinheiro. Esforço, determinação, dedicação e sorte fizeram com que

cidadãos comuns, que começaram do nada, se tornassem bem-sucedidos. Entre tantos exemplos que podem ser destacados, escolhemos dez nomes de sucesso para relatar aqui.

De faxineira a proprietária de uma rede de salões de beleza, Zica Assis foi apontada pela revista norte-americana “Forbes” como uma das dez mulheres brasileiras de negócios mais poderosas. Os salões são especializados em cabelos crespos e, para começar o negócio, Zica vendeu o automóvel de sua família, o único bem que possuíam até então.

José Janquiê Bezerra Diniz era engraxate e hoje é fundador e principal acionista do grupo dono das faculdades Maurício de Nassau e Joaquim Nabuco. O empresário entrou para o ranking de bilionários da “Forbes”.

A empresa de gestão de documentos, P3 Image, de Paulo Carneiro, começou com uma pequena sede guardando documentos até mesmo no chão do banheiro. Hoje, Carneiro possui uma estrutura empresarial com quatro galpões e um faturou R$ 22 milhões em 2013.

O reconhecimento pode vir com uma sociedade, foi assim para o ex-lavrador e camelô Jenival de Carvalho Oliveira. Hoje ele possui um restaurante com investimentos de seus antigos chefes, resultado da sua dedicação quando funcionário.

Após uma infância vendendo pães e picolés nas ruas e recolhendo materiais recicláveis, Rodrigo de Jesus Santana conseguiu conquistar seu próprio mercado de 108 m². Já Raimundo Dantas, paraibano de 45 anos, conquistou a propriedade de três restaurantes no Recife, depois de muito trabalhar servindo mesas.

A estudante Sabrina Araújo criou uma página no Facebook para vender vestidos infantis produzidos pela mãe e chega a faturar R$ 50 mil por mês. Thiago Oliveira, ex-office boy e motorista, fundou uma empresa de logística e conseguiu faturar R$ 300 milhões em 2013 com transporte.

Larry Ellison, após anos de estudos e empregos com baixos salários, fundou uma companhia de desenvolvimento de softwares que hoje é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Sua fortuna é avaliada em 28 bilhões de dólares. Geraldo Rufino saiu da favela para fundar a empresa JR Diesel e em 2013 obteve um faturamento de R$ 50 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*