Até no UFC a crise chegou, será ?

Até em um dos esportes mais famosos está fazendo cortes, 14 lutadores foram cortados do UFC…

A organização confirmou a demissão do grupo de atletas, que inclui veteranos como Ryan Jimmo, Robbie Peralta, Hatsu Hioki e Brian Ebersole. Os brasileiros Wendell Negão, Dhiego Lima e Luiz Besouro também integram a lista.

Veja mais detalhes dos brasileiros demitidos :

“Besouro” teve uma passagem parecida pela organização. O brasileiro só lutou duas vezes, e também voltou para casa com dois resultados negativos. Primeiro foi desqualificado no duelo contra Kiichi Kunimoto, por conta de cotoveladas ilegais. Na luta seguinte, foi nocauteado ainda no primeiro round pelo inglês Tom Breese.

Divulgação

Divulgação

Dhiego Lima até começou bem. O atleta perdeu na final do TUF 19 e venceu o confronto seguinte, contra Jorge de Oliveira, em novembro do ano passado. No entanto, o lutador de 25 anos acabou perdendo o ímpeto, com duas nocautes seguidos sofridos no primeiro round.

Divulgação

Divulgação

Wendell “Negão” fez apenas duas lutas no Ultimate, e foi derrotado em ambas as oportunidades. Na última vez em que entrou no octógono, perdeu por nocaute técnico para o inglês Darren Till, no UFC Goiânia.

Divulgação

Divulgação

 

O UFC atualizou sua relação de lutadores no início deste mês e os atletas tiveram seus nomes deletados. A informação da demissão foi posteriormente confirmada pelo site “MMAFighting.com”.

Confira a lista completa de atletas demitidos:

Ryan Jimmo, Robbie Peralta, Hatsu Hioki, Brian Ebersole, Bentley Syler, Wendell “Negão”, Nolan Ticman , Dhiego Lima , Justin Edwards , Zhang Lipeng , Luiz Dutra , Josh Sampo, Lisa Ellis e Jessica Rakoczy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*